Bordado Com Fita: 5 Dicas para Iniciantes

De vez em quando, por força das tendências, uma prática de artesanato acaba chamando mais atenção do que outra. Muitas vezes, as tendências “reciclam” velhas técnicas ou adicionam inovações para deixar tudo mais atrativo.

Nesse sentido, o bordado com fita é um grande exemplo. Afinal, quem conhece a técnica de fazer bordados pode dominar esse desafio facilmente.

Como o bordado com fita é uma das técnicas mais populares atualmente, resolvi separar aqui cinco dicas para quem está apenas começando.

Conforme irá notar, as informações são práticas e muitas ideias inspiradoras. Então, se a sua intenção for conhecer o bordado com fita e saber como extrair o melhor da técnica, não deixe de conferir até o fim… Vamos começar?

Bordado com fita: atente para os materiais…

Sempre que vamos começar a aprender determinada técnica, é imperativo reunirmos todos os materiais necessários.

Sinceramente, começar algo e ter que para só porque uma agulha ou outro material está faltando não é legal, não é mesmo? Então, confira a lista:

  • Tesoura;
  • Agulha para bordado;
  • Alfinetes para costura;
  • Fitas de Cetim ou Seda;
  • Pano para servir como base (pano de prato, étamine, toalhas, etc.);
  • Adereços (pérolas, bolinhas, etc.) se o seu projeto exigir.

Com todas as ferramentas à disposição, o seu bordado com fita já irá começar com o “pé direito”.

Bordado com fita: não comece antes de planejar…

Assim que você começar a se aprofundar no seu treinamento, perceberá que a arte do bordado com fita exige  que você tenha uma boa ideia daquilo que tem em mente para o seu projeto.

Isto é, você deverá ter um esboço da arte que deseja criar, para evitar movimentos equivocados.

Muitas peças são criadas após a feitura de certas adaptações nos panos usados como base. Se você não planejar tudo antes, as coisas podem dar errado.

Nesse caso, procure por boas inspirações e referências, isso irá ajudar com o seu planejamento.

[wwpcapture type=”post-mid”]

Bordado com fita: se você sabe o bordado tradicional, não há mistério…

A arte do bordado com fita não é uma invenção. Na verdade, ela é uma adaptação da técnica de bordado tradicional.

Por isso, uma boa ideia é aprender a fazer os bordados normalmente, dominando técnicas de costura e melhorando o manuseio das agulhas, linhas, etc.

Depois, quando você já estiver com pleno domínio sobre a técnica de bordado, bastará entender as peculiaridades do bordado com fita.

Leia também:  Como Trabalhar com Artesanato: 6 Dicas para Iniciantes

Esse pode ser um caminho mais longo, mas, certamente, será aquele que lhe dará conhecimentos mais sólidos.

Bordado com fita: simplicidade também tem beleza…

Entender que tudo tem seu tempo é algo essencial em qualquer tipo de aprendizado. Isso quer dizer que, de nada adianta você tentar fazer peças complexas, sem dominar antes os projetos mais simples.

Se você observar alguns modelos criados com a técnica de bordado com fita, verá que os arranjos podem ficar bem complicados.

Ainda assim, não faltam exemplos para comprovar que a simplicidade também tem beleza. Portanto, comece com calma, faça pequenas tranças, combinações com poucas cores e vá evoluindo aos poucos.

Bordado com fita: inspire-se…

Como eu já destaquei, a técnica do bordado com fita é baseada na técnica de bordado tradicional.

Então, assim que você domina a base, tudo fica mais fácil. Por isso, a minha sugestão é que você observe projetos criativos, tentando entender a mecânica por trás de cada criação.

Felizmente, a internet está cheia de modelos tão bonitos quanto criativos e você pode se inspirar com todos eles.

Além do mais, há muitos tutoriais que mostram como determinadas peças são construídas. Acompanhe esses ensinamentos com atenção, buscando sempre entender a técnica e não se preocupando em fazer uma peça específica.

Bordado com fita: vamos começar?

A popularidade do bordado com fita guarda relação direta com o potencial estético das peças geradas com essa técnica.

Como pôde notar, há criações belíssimas e, mesmo nas composições mais simples, há certo grau de requinte.

Se você seguir as dicas que eu separei aqui, tenho certeza de que a sua jornada na arte do bordado com fita será mais fácil. E mais, não se esqueça de que nenhuma técnica é dominada sem uma prática constante.

Comece com calma e vá, aos poucos, aumentando a complexidade dos desafios. Quando você notar, já estará criando lindos bordados.

Até mais…

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments