5 Dicas de Como Vender Sabonetes Artesanais na Internet

Para obter uma fonte extra de renda ou mesmo para trabalhar por conta própria, muitos brasileiros investiram na produção e comercialização de produtos artesanais, especialmente no campo da beleza e perfumaria. Não por acaso, é comum encontrar pessoas interessadas, por exemplo, em aprender a como vender sabonetes artesanais na internet.

Você trabalha com este tipo de produtos e quer melhorar suas vendas? Confira aqui as dicas que separei para você ganhar muito ao longo do ano!

Ofereça diferentes opções de sabonetes artesanais.

Se formos analisar a história do sabonete artesanal acaba sendo um item obrigatório de higiene pessoal na vida de qualquer ser humano. Baseado neste princípio, é certo que se o produto for de qualidade, ele venderá bem.

Vivemos em um mercado cada vez mais competitivo, onde as marcas precisam ter um diferencial para ganhar mais destaque no segmento. Portanto, se você quer saber como vender sabonetes artesanais na internet, você deve lembrar que não pode vender “nenhum sabão”, mas “sabão”.

Como o público do sabonete é bastante variado, vale a pena investir em opções ecléticas. Algumas pessoas, por exemplo, preferem perfumes doces a florais.

Outros adoram perfumes de ervas e detestam os lenhosos. Faça muitas pesquisas e tenha uma ampla gama de alternativas: bebê, líquido, íntimo, esfoliante, para todo tipo de pele, entre outros.

Invista na identidade visual de sua marca

Para vender sabonetes artesanais on-line, é da maior importância que a marca tenha uma identidade visual. Além de agregar valor aos produtos, ela atrairá a atenção das pessoas que veem os sabonetes circulando nas redes. Desta forma, a marca começará a ter sua própria identidade.

Os sabonetes artesanais, em geral, são muito atraentes porque são cuidadosamente elaborados um a um. Portanto, invista em uma embalagem que acrescente ainda mais apelo ao sabonete, enquanto ainda é feito à mão.

Outra maneira de criar a identidade visual da marca é investir em um nome e em um logotipo. Desta forma, seus produtos não serão apenas um na multidão, mas terão sua própria identidade.

O que você precisa saber sobre como vender sabonetes artesanais na internet

Um ponto que assusta muitos empresários quando se trata de vender sabão feito a mão na Internet é o fato de que eles têm que investir em um site para isso. Entretanto, já posso dizer que é possível começar de uma forma mais simples e assertiva.

Como você pode fazer isso?

1. Anunciar seus produtos nos mercados

Para aqueles que não sabem, os mercados são sites e lojas virtuais onde diferentes comerciantes podem registrar e vender seus produtos on-line. Alguns exemplos fortes aqui no Brasil são o Mercado Livre e Buscapé, que não é mais apenas um site de comparação de preços.

Além de registrar produtos nestas duas plataformas, você também pode procurar sites que tenham uma relação mais forte com a venda específica de artesanato, como o Elo7.

Desta forma, a princípio, você não precisará criar seu próprio site e poderá começar a vender seus produtos imediatamente.

Uma das principais barreiras enfrentadas por quem deseja investir na produção de sabonetes artesanais é o receio de que todo o esforço investido resulte em frustração, especialmente ao considerar a possibilidade de errar na escolha dos ingredientes ou na temperatura da mistura, levando ao desperdício de materiais. Essa situação pode ser bastante desanimadora!

Leia também:  Como Fazer Sabonete Artesanal: Um Guia Passo a Passo

É exatamente por essa razão que muitas pessoas acabam desistindo. Para contornar esses desafios comuns e garantir sucesso na confecção de sabonetes artesanais, é altamente recomendável seguir um guia passo a passo, especialmente elaborado por uma especialista na área de saboaria, como é o caso da Gislene Alves, com mais de 5 anos dedicados a essa prática.

Já são mais de 15 mil alunas que aprenderam com a expertise dela e estão transformando esse conhecimento em uma fonte adicional de renda. É por isso que eu sugiro fortemente o curso de saboaria artesanal, uma oportunidade para alavancar o seu conhecimento com a saboaria. Se desejar saber mais só clicar aqui.

2. Veja seu produto

Pode parecer um descuido para quem quer saber como vender sabonetes artesanais na internet, mas muitos esquecem que ter um site ou estar em uma loja on-line não é suficiente para ter sucesso nas vendas.

Após registrar seus produtos em uma plataforma de vendas on-line, ainda é necessário publicá-los de alguma forma. Neste sentido, nada melhor do que redes sociais para promover seus sabonetes aos seus clientes.

Minha sugestão é começar criando uma página no Facebook. Lá você poderá compartilhar fotos de seu trabalho, assim como posts com clientes satisfeitos e até mesmo o passo-a-passo de cada peça.

Não tenha medo de espalhar a notícia para amigos, conhecidos e familiares. Quanto mais pessoas souberem sobre isso, melhor. Além de espalhar a palavra, usar o Facebook para vender também é uma possibilidade.

Anunciar seus produtos na Instagram pode ser interessante para este segmento. Entretanto, tenha cuidado para não fazer os mesmos tipos de postagens em todas as suas redes, pois cada uma tem um propósito diferente.

Neste caso, é essencial que você invista em imagens bonitas e bem tratadas. Fazer histórias que mostram o processo de criação de sabonetes artesanais também ajuda a dar valor ao produto.

3. Descreva todos os materiais e informações técnicas

Certifique-se de preencher cuidadosamente a ficha do produto, medindo o tamanho, nome do produto e outros detalhes, por exemplo, cada detalhe faz diferença na compra do cliente e omiti-los pode ter um impacto na compra.

A ficha técnica é também uma forma de destacar os ingredientes utilizados para fazer o sabonete artesanal e como se valoriza a qualidade dos itens vendidos.

4. Conte algo sobre a história e os valores de seu produto na descrição.

Além de relatar os dados básicos do produto, a descrição pode ser um espaço para contar um pouco da história do item vendido, o que o torna original, o processo de produção e seus benefícios.

Algumas palavras como “artesanal”, “artesanal”, “desenho original”, “peça exclusiva”, “conforto”, “acolhedor”, “elegância” podem ajudar a melhor apresentar a atmosfera de seu produto, e ajudar a provocar o envolvimento e as emoções daqueles que o lêem. Mas, é claro, use-as apenas no contexto e quando elas fizerem sentido no texto e em seu produto.

O importante ao escrever o texto é misturar as informações essenciais que o cliente precisa saber: o que é o produto e as especificações básicas, com um toque de amor e cuidado na comunicação. Crie uma conexão no texto que dialogue com seu cliente.

5. Não economizar na embalagem

Bem, economize na embalagem se você puder, é claro. Mas nunca faça economias que reduzam a qualidade.

Quando falamos de produtos artesanais, muitos itens podem apresentar um certo grau de delicadeza e fragilidade, tais como peças de cerâmica, pinturas e, é claro, se houver algum dano, a dificuldade de substituição é muito maior – se o item for original, pode ser praticamente impossível reproduzir a peça -.

Portanto, deve-se ter cuidado ao escolher embalagens feitas de bons materiais e, é claro, ao embalar, deve-se ter muito cuidado para embalar bem o produto e sem deixar espaços soltos, evitando que o item se mova e sofra impactos durante o transporte.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments