Amigurumi: O Que É? Como Fazer? Passo a Passo

Sabia que os japoneses costumam inventar coisas incríveis, isso não é novidade para ninguém. No entanto, algumas vezes, essas invenções são tão lindas quanto criativas. Esse é o caso do Amigurumi!

O que? Você não conhece essa técnica japonesa? Nossa! Você não sabe o que está perdendo. Afinal, essa técnica é capaz de dar vida a criações lindíssimas.

Melhor ainda, ao dominar a técnica, é possível dar início a um bom negócio.

Felizmente, hoje eu resolvi parar e dedicar todo o meu tempo para lhe apresentar a técnica do Amigurumi nos mínimos detalhes.

Como você irá perceber, este será um guia bastante completo e muito esclarecedor.

Sendo assim, não deixe de acompanhar até o fim, pois além de aprender como fazer Amigurumi, você encontrará belas receitas e informações de ouro. Vamos começar?

O que é esse tal de Amigurumi?

Bem, como eu disse, o Amigurumi é uma invenção japonesa. De forma geral, podemos dizer que se trata de uma técnica para criar bichinhos através de pontos de tricô ou crochê.

Essa técnica já existe no Japão desde a década de 80, mas foi só nos últimos anos que começamos a ver esse bichinhos “passeando aqui no Brasil”.

Com certeza, você já deve ter visto um bichinho bonitinho desses “andando por aí”.

O fato é que esse bichinhos são muito bonitinhos.

Não à toa, eles vêm sendo utilizados como objetos de decoração e até como brinquedos para as crianças mais jovens. E o bom disso tudo, é que fazer um bichinho de crochê desses não é tão difícil quanto parece.

E mais, com toda a popularidade dessas criações, os guias do tipo “amigurumi passo a passo” têm se tornado cada vez mais presentes na internet.

Todavia, antes de começarmos a falar sobre alguma receita amigurumi incrível, saber um pouco mais sobre essa técnica é essencial. Nesse caso, acompanhe abaixo algumas das características principais dos bichinhos:

  • Um Amigurumi é composto por formas geométricas. Geralmente, a cabeça é uma esfera e os membros são cilindros;
  • O corpo é desproporcional, com olhos e cabeças grandes, tronco mediano e membros pequenos;
  • O tamanho do bichinho pronto varia de 10 a 30 cm;
  • Às vezes, estruturas de arame são utilizadas para manter a criação em determinada posição;
  • O Amigurumi de crochê padrão é feito com lá mediana e uma agulha de 4mm.

O mundo do Amigurumi

Como você já pode notar, um amigurumi é uma figura com muitas características singulares.

Mesmo assim, aprender a técnica e dar vida a belos bichinhos vai requerer muito esforço, criatividade e bons modelos.

Nesse sentido, como eu havia dito, não faltam guias na internet. Esses guias geralmente ensinam através daquilo que conhecemos como uma “receita amigurumi”.

Essas receitas, também conhecidas como gráficos, são pequenos “manuais” que ajudam os iniciantes a desenvolverem as suas peças.

Aliás, é bom lembrar que mesmo quem nunca teve qualquer contato com crochê poderá fazer os seus bichinhos. Como não poderia deixar de ser, as pessoas que já têm certa habilidade terão uma “vida mais fácil”.

De qualquer jeito, o importante é não desanimar.

E outro ponto importante a ser destacado, é que uma receita amigurumi é uma espécie de esquema de desenvolvimento.

Por isso, será necessário entender que a leitura demanda o conhecimento dos símbolos.

Se quiser, existe um conteúdo que ensina a ler os gráficos, além disso, também dá + de 500 Gráficos de Amigurumi em Português. Só acessar aqui.

Para melhorar o seu fluxo de trabalho, é importante conhecer esses símbolos. Nesse caso, uma boa dica é estudar os símbolos (só acessar o link que deixei logo acima) e ir praticando cada ponto de forma isolada.

Ainda assim, ressalto que as receitas são escritas de carreira em carreira. Ou seja, elas indicam o que deve ser feito a cada pequeno passo.

Perceba que, assim que essa leitura for dominada, seu aprendizado ficará ainda mais fácil. Mas, não se preocupe, agora vamos começar a colocar a mão na massa!

Os materiais ideias para os seus bichinhos amigurumi

Para começar a nossa produção, será necessário fazermos uma pequena lista com os materiais que vamos utilizar.

A lista pode parecer bem curtinha, mas é importante atentar para alguns pontos. Anote aí:

  • Agulhas: Essa será a sua principal ferramenta de trabalho. Por isso, escolher a agulha certa irá garantir o sucesso do seu projeto. Geralmente, a agulha mais utilizada é a agulha de crochê. Como eu já indiquei acima, o tamanho tradicional é 4mm. Contudo, isso dependerá do tipo de linha, do aspecto que você quer dar ao bichinho, etc. A dica, nesse caso, é comprar várias agulhas para ter uma verdadeira caixa de ferramentas. Depois disso, bastará ir testando as combinações de agulha e linha a fim de definir o seu estilo favorito;
  • Enchimento: Esse elemento será o responsável por dar “corpo” ao seu bichinho. O material mais comum é o enchimento acrílico, que pode ser encontrado facilmente no mercado. Uma dica eficiente é utilizar os pedaços de linha para dar volume ao preenchimento. Assim você não desperdiça nenhum material;
  • Linhas: Esse ponto é importante, pois não há uma linha específica para se fazer amigurumi. As mais utilizadas são as linhas de algodão, mas o importante é saber a espessura, pois esse aspecto irá influenciar, e muito, no resultado final;
  • Materiais diversos: Para “ajustes finos”, talvez seja necessário apelar para tesouras, fitas métricas, feltro, tintas para tecido e outros materiais do gênero. Lembre-se de que o limite será a sua criatividade e a criatividade não tem limites.
Leia também:  Artesanato de Natal: 7 Dicas Incríveis de Como Fazer!

Mas afinal, como fazer Amigurumi?

Bem, chegamos ao momento fatídico! Pois é! A partir de agora vamos finalmente descobrir como fazer Amigurumi.

Afinal, você já está sabendo o que são esses bichinhos, como funciona o “mundo dessa arte” e já tem todos os materiais que você vai precisar! Então, tudo já está perfeito para começarmos…

Ok! Para dar início ao nosso projeto “Amigurumi passo a passo”, temos que começar pelo básico: o ponto de crochê.

Esse ponto é a essência da técnica do amigurumi. Como irá perceber, ele é semelhante a uma trancinha de cabelo e é um treinamento perfeito para os iniciantes. O caminho é simples, confira:

  • Estique a linha pela ponta e faça uma volta;
  • Passe o dedo por dentro da volta e faça um nó;
  • Coloque a agulha dentro do nó e puxe uma das pontas, para que o nó se aperte na agulha;
  • Posicione o ganchinho da agulha na sua direção e segure a linha entre os dedos;
  • Passe a agulha por baixo e lace a linha, puxando-a para dentro do nó;
  • Ao repetir o procedimento, você terá a sua correntinha.

Lembre-se de que esse processo exige treinamento. Com muita prática, você começará a realizar esse ponto em um velocidade surpreendente.

Melhor ainda, você descobrirá que esse ponto é a base para dar vida a qualquer bichinho de crochê.

Exercício para a criação de formas

Assim como eu expliquei em uma das seções anteriores, esses bichinhos de crochê tão simpáticos são formados por figuras geométricas.

Logo, para dar início às suas criações, o segundo passo é aprender a fazer esferas e cilindros.

Dessa maneira, você terá uma boa base para começar a dar vida aos seus projetos, já que, no fim, será necessário apenas montar os membros.

Para tanto, um exercício muito indicado é a criação de bolinhas. Essas bolinhas fazem uso de algumas nomenclaturas que você encontrará em qualquer receita amigurumi.

Como destaque teremos: AM (Anel Mágico), pbx (ponto baxíssimo), pb (ponto baixo), aum (aumento) e dim (diminuição).

Ao seguir a receita, você conseguirá realizar esses pontos. Com certeza, o ideal será praticar um pouco a cada dia.

Com o tempo, você perceberá a sua evolução. Sendo assim, por mais que os primeiros momentos pareçam complicados, faça o possível para continuar seguindo em frente.

Se você quiser realmente, não vai demorar muito até você criar o seu primeiro ponto, a sua primeira bolinha. Aí, depois disso, o céu será o limite.

Aliás, já com a bolinha é possível dar vida a alguns projetos simples. Esse é o caso da maça amigurumi. Isso mesmo. Você leu certo!

Apesar de a técnica do amigurumi ser conhecida por criar animais, existem projetos que colocam  olhinhos e outras características de seres vivos, em vegetais, frutas e outros alimentos.

Como eu havia dito, a criatividade não tem limites.

E como continuar evoluindo?

Até agora, a palavra-chave do nosso guia “Amigurumi passo a passo” tem sido treinamento. E, na verdade, não há nada que a prática habitual não consiga aperfeiçoar.

Dessa forma, faça o possível para treinar em etapas. Lembre-se de que nós não dominamos algo quando conseguimos fazer, mas sim quando não erramos mais.

Depois de aperfeiçoar os seus pontos mais básicos e criar suas primeiras figuras, você terá a confiança necessária para avançar.

Com uma boa base, você poderá começar a trabalhar em projetos mais ousados.

Por sorte, a popularidade desses bichinhos nos permite encontrar diversos moldes e receitas. Siga as indicações desses guias, prestando bastante atenção a cada ponto, cada movimento.

Sem dúvidas, no fim de tudo você estará criando seus personagens do zero.

E quando você já estiver com pleno domínio das técnicas, nada lhe impedirá de começar a transformar a sua arte em um bom negócio.

Sim! Como eu também disse, os amigurumis estão em alta ultimamente. Assim, se você souber trabalhar as suas peças e divulgar o seu trabalho, eles poderão se transformar em uma excelente fonte de renda.

Ademais, nada impede que você ganhe um bom dinheiro criando cursos e ensinando outras pessoas interessadas em aprender como fazer amigurumi.

Enfim, seu esforço, de qualquer modo, poderá ser recompensado. Pense nisso enquanto estiver praticando.

Vamos fazer lindos Amigurumis?

Para encerrar, espero que as dicas apresentadas aqui tenham lhe ajudado a conhecer essa técnica tão interessante.

Acredito que as informações que eu separei para você serão de grande valia para que você possa dominar a arte da criação de qualquer bichinho de crochê.

Jamais se esqueça de que o seu sucesso estará intimamente relacionado com o seu esforço.

Isto é, saber como fazer amigurumi é mais uma questão de prática do que de talento.

Por fim, espero realmente ter lhe ajudado a dar os primeiros passos e a conhecer o caminho a ser seguido para alcançar a excelência dentro dessa arte maravilhosa.

Se quiser ver na prática, então separei alguns vídeos aulas para te ajudar. Só acessar aqui

O mais difícil do amigurumi é encontrar gráficos em português. Além disso, são um dos principais problemas que diversas artesãs tem encontrado.

Por isso, eu indico o Artesanato Amigurumi com + de 500 Gráficos Exclusivos de amigurumi. É o mais recomendado entre as artesãs nos dias de hoje, pois também oferece diversas ferramentas eficientes que uma profissional precisa.

Acesse logo abaixo para conhecer:

Um grande abraço e até a próxima…

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments